18 de Julho de 2018 | 17:58

Campo Grande, MS °C
-->
Noticia de: 09 de Janeiro de 2018 - 08:43
Fonte A - A+

Em Itaquiraí, força das águas destrói tubulação e interdita estrada de escoamento

Maior parte das estradas vicinais do município foi danificada pela enxurrada


A força das águas destruiu tubulação que canalizava o Córrego Filomena e interditou a Estrada do Erechim, em Itaquiraí, município situado na região sul do Estado. Os danos foram apurados no local pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, que iniciou ontem (8.1) vistoria em oito municípios em situação de emergência.

Estrada está interditada, após enxurrada romper dutos e destruir aterro.

A estrada interditada fica no trecho da BR-163, próximo à Fazenda Mestiço, e que dá acesso ao barracão de aviários do Frigorífico Frango Belo. O local é o ponto onde os produtores entregam o frango para o abate. Enquanto o acesso não é restabelecido, eles precisam fazer um desvio de cerca de 80 quilômetros.

A prefeitura está reunindo maquinário para resolver o problema nos pontos mais críticos. Além da Estrada do Erechim, foi destruída a tubulação e o aterro na nascente do Córrego São Luiz, conforme apurou a Defesa Civil do Estado. 

Equipes da Defesa Civil de MS iniciaram hoje roteiro de vistoria em municípios da região sul.

 

“A maioria das estradas vicinais foi atingida pela força da enxurrada”, contou o técnico da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, Valter Antunes, que está com a equipe no local. Ele detalhou que o município está sob decreto de situação de emergência desde o final do ano passado, mas os novos estragos terão de ser incluídos em uma nova decretação.

Infraestrutura

Com recursos de R$ 3,4 milhões, o Governo do Estado pavimentou 38 quilômetros da estrada que dá acesso ao abatedouro de aves Frango Belo a partir do quilômetro 74 da BR-163, para facilitar o acesso dos trabalhadores ao local e impedir que no período da chuva fosse inviável escoar a produção. Além de auxiliar no desenvolvimento da região, os investimentos ajudaram a minimizar o efeito dos desastres naturais, como vem ocorrendo nas últimas semanas. 

As vistorias que tiveram início hoje tem por objetivo fazer um levantamento dos danos causados pelas chuvas na região sul do Estado, com o intuito de homologar a situação de emergência e preparar eventual apoio por parte do Estado. Duas equipes de técnicos seguiram ontem (7.1) com roteiro que em sua fase inicial inclui os municípios de Coronel Sapucaia, Tacuru, Eldorado, Novo Horizonte do Sul, Itaquiraí, Sete Quedas, Japorã e Iguatemi.

Danúbia Burema – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Fotos. Coordenadoria Estadual de Defesa Civil

social aqui