26 de Setembro de 2018 | 11:16

Campo Grande, MS °C
-->
Noticia de: 03 de Janeiro de 2018 - 08:29
Fonte A - A+

Marcos Trad define em abril quem apoiará para governador

Prefeito admitiu estar com dificuldade em decidir

O prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), admitiu a dificuldade de definir o caminho a perseguir nas eleições de 2018. Ele estabeleceu abril como prazo do anúncio em quem vai apoiar para governador do Estado.

Enquanto isso, o prefeito prefere se concentrar na administração municipal. Ele sinalizou ter herdado uma prefeitura “quebrada” financeiramente. Por essa razão, está mais focado na busca de solução aos problemas da cidade a ficar discutindo política.

“A minha definição até março é equilibrar de uma vez por todas a economia da prefeitura. Eu peguei o avião assim (caindo) e a gente está colocando ele numa situação plana e isso ainda não conseguimos”, afirmou Marcos Trad. 

Nem por isto deixou de conversar, sem compromisso, com algumas lideranças políticas e com os postulantes a candidato a governador.

O prefeito indicou não pretender ficar fora do processo eleitoral em 2018 até porque terá dois irmãos na disputa. De um lado está o ex-prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad (PTB) com plano de concorrer ao Senado. As pesquisas de opinião pública o colocam na liderança da preferência do eleitorado.

E de outro, está o deputado federal Fábio Trad (PSD), que estará buscando a reeleição. Ele, na verdade, assumiu em dezembro de 2017 a vaga de Carlos Marun (PMDB) na Câmara dos Deputados na condição de primeiro suplente. Marun foi nomeado ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República para conduzir as articulações políticas do Planalto.

Marcos Trad disse ter se reunido com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), ex-governador André Puccinelli (PMDB) e com o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT) para tratar da sucessão estadual. Ele afirmou que ficou com boa impressão dos três postulantes a candidato à sucessão estadual.


Fonte: Correio do Estado

social aqui