11 de Dezembro de 2018 | 18:31

Campo Grande, MS °C
-->
Noticia de: 21 de Novembro de 2017 - 08:43
Fonte A - A+

Cinema Italiano é atração gratuita no Museu da Imagem e do Som

Os filmes abordam diferentes panoramas do cinema italiano

Campo Grande (MS) – A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) exibe de 22 a 24 de novembro (quarta a sexta-deira), pelo CineMIS, do Museu da Imagem e do Som, a Mostra Cinema Italiano. As exibições acontecem sempre às 19 horas e são gratuitas. O projeto conta com apoio do Circolo Italiano Guglielmo Marconi.

Responsável desde 2012 pela escolha dos filmes da já tradicional Mostra, Pietro Luigi selecionou longas de importantes nomes da cinematografia italiana, como Federico Felini, Cristiano Bortone e Piero Messina.

Os filmes abordam diferentes panoramas do cinema italiano e atestam, mesmo sendo de diferentes períodos, o já reconhecido padrão de qualidade artística. A Mostra é uma boa oportunidade de conhecer um pouco mais de produções nem sempre muito conhecidas do grande público, mas de grande apelo cultural.

Quarta-feira (22.11) – Amarcord – Através dos olhos de Titta (Bruno Zanin), um garoto impressionável, o diretor dá uma olhada na vida familiar, religião, educação e política dos anos 30, quando o fascismo era a ordem dominante. Entre os personagens estão o pai e a mãe de Titta, que estão constantemente batalhando para viver, além de um padre que escuta confissões só para dar asas à sua imaginação anticonvencional. Direção: Federico Felini. 1973. Comédia Dramática.

Quinta-feira (23.11)  Rosso come iul cielo (Vermelho como o céu) –  Anos 70. Mirco (Luca Capriotti) é um garoto toscano de 10 anos que é apaixonado pelo cinema. Entretanto, após um acidente, ele perde a visão. Rejeitado pela escola pública, que não o considera uma criança normal, ele é enviado a um instituto de deficientes visuais em Gênova. Lá descobre um velho gravador, com o qual passa a criar estórias sonoras. Direção: Cristiano Bortone. 2004 ‧ Drama.

Sexta-feira (24.11) – L’attesa (A Espera) – Anna vive sozinha no interior da Sicília e recebe a namorada do filho, Jeanne, enquanto ele está fora de casa. Os dias passam e as duas mulheres aproveitam para se conhecer melhor, e juntas esperam por Giuseppe, que promete voltar na Páscoa. Direção: Piero Messina. 2015. Drama.

O Museu da Imagem e do Som de Mato Grosso do Sul fica no Memorial da Cultura e da Cidadania, na avenida Fernando Correa da Costa, 559, 3º andar, Centro. Mais informações pelos telefones: (67) 3316-9178 ou (67) 3316-9141. A entrada é franca.

Marcio Breda – Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS)

Foto: Edemir Rodrigues

social aqui