02 de Março de 2024 | 15:34
Campo Grande
-->
Noticia de: 17 de Novembro de 2023 - 07:00
Fonte A - A+

Saúde realiza Dia D de combate à dengue, chikungunya e zika em todo o Estado

Por meio da SES (Secretaria de Estado de Saúde), o Governo do Estado realiza no próximo dia 18 de novembro a ação do ‘Dia D’ de combate às arboviroses – dengue, zika e chikungunya nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. Neste ano, a campanha tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância do combate ao mosquito Aedes aegypti para a prevenção de doenças.

Como novidade para este ano, a SES recebe o apoio da Fiems (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul), por meio do projeto Ação Cidadania, com a oferta de diversos serviços no Parque Jacques da Luz, no bairro Moreninha, em Campo Grande.

Para o coordenador de Controle de Vetores da SES, Mauro Lúcio Rosário, a iniciativa é uma forma de mobilizar indivíduos, comunidades e organizações no combate às arboviroses. “É um esforço conjunto para prevenir e controlar a disseminação das arboviroses. O Dia D é muito importante para promover a conscientização, a educação e a tomada de medidas práticas com a comunidade”.

Conforme a gerente técnica de doenças endêmicas da SES, Bianca Modafari Godoy, a Vigilância Epidemiológica desempenha um papel fundamental na proteção da saúde pública e o Dia D de combate às arboviroses é uma ocasião importante para destacar essa missão.

“Arboviroses, como a dengue, zika e chikungunya, representam sérios desafios para nossa comunidade, mas juntos podemos agir para prevenir sua disseminação. O Dia D é um lembrete de que a prevenção, o controle do vetor e a conscientização da população são nossas melhores armas contra essas doenças. Trabalhando em parceria com a população, podemos reduzir o impacto das arboviroses e manter nossa comunidade saudável. Junte-se a nós nesta luta em prol de um ambiente mais seguro e saudável para todos”.

Sobre a ação no Parque Jacques da Luz

O evento alusivo ao ‘Dia D’ em Campo Grande dá o start na campanha para que os outros municípios de Mato Grosso do Sul iniciem as estratégias de ações em seus territórios. Além de promover a conscientização, a SES/MS, junto com a Fiems por meio do Projeto Ação Cidadania e com o apoio de diversos outros parceiros, realizará a oferta de serviços destinados à população das 8 horas às 15 horas, no Parque Jacques da Luz, localizado no bairro Moreninha, em Campo Grande.

Até o momento, para o Ação Cidadania estão confirmadas as participações das seguintes instituições:

• ABO/Faculdade Farred – com orientação e prática de escovação e higiene bucal e distribuição de kits com escovas e cremes dentais.
• Detran – Com jogos de mesa educativos sobre a educação para o trânsito, meio ambiente e cidadania.
• Energisa – Campanha de negociação de débitos e desenrola Brasil. Além de palestras educativas de eficiência energética, distribuição de informativos, cadastro de tarifa social com entrega de lâmpadas.
• Exército Brasileiro – Exposição de material de saúde.
• Funtrab – Atualização de cadastro, emissão de carta de encaminhamento de vaga de emprego, orientação da Carteira de Trabalho Digital.
• SEAD/Procon – Orientações de Relação de Consumo e Abertura de Carta de Informações Preliminares.
• SEAD – Mais Social e cadastramento do passe livre.
• PMA – Projeto Florestinha – Oficina de resíduo solido, palestra sobreeducação ambiental e teatro de fantoches .
• SES/MS-PSE – Aula de Yoga, dinâmica com apoio de profissionais psicológicos voltada para os adolescentes, roda de conversa e dinâmica de empoderamento.
• SES/MS-Vigilância Ambiental - Civitox – exposição de animais peçonhentos e plantas tóxicas e atividades de educação em saúde ambiental e entrega de material informativo.
• SES/MS-Controle de Vetores – amostras de vetores, distribuição de materiais educativos e informações sobre a prevenção e controle vetorial, além de um espaço demonstrando o ambiente limpo e sujo e distribuição de informativos.
• Projeto Wolbachia – Fases de desenvolvimento do Aedes aegypti com Wolbachia e distribuição de informativos e adesivos.
• Sejusp – Confecção da carteira de identidade
• DGPC - Com registro de boletim de ocorrência.
• SED/NUAC – Apresentação musical Orquestra
• MS Visão – Consulta oftalmológicas
• IEL – Vagas de Estágio
• Senai – Divulgação de Cursos
• Fiems – Oferecimento de toda a infraestrutura do evento.
• Fundação de Cultura – Atrações musicais
• Fundesporte – brinquedos infantis
• Agems

O ‘Dia D de Combate às Arboviroses’ será um evento multifacetado, que contará com a participação e a parceria de organizações de saúde, voluntários, órgão públicos, escolas, líderes comunitários, empresas, meios de comunicação como emissoras de rádio e televisão, exposições de stands com amostras da biologia vetorial, casa limpa x casa suja, visita domiciliar, projeto e-Visita, projeto Colaborador Voluntário, projeto Wolbachia e Comitê de Combate às Arboviroses.


DIA D

A data comemorativa do Dia D foi instituída pela Lei n. 12.235/2010 com o intuito de mobilizar iniciativas do Poder Público e a participação da população, para a realização de ações destinadas ao combate ao vetor dos agravos. Neste sentido, a data é reservada para desenvolver campanhas educativas e de comunicação social que visam alertar a população sobre a importância de eliminar os criadouros do Aedes aegypti.

No verão, com a chegada do período de chuvas e as altas temperaturas, a população deve se manter atenta com o aumento da proliferação do mosquito Aedes aegypti e redobrar os cuidados para evitar seus possíveis criadouros, pois o mosquito se reproduz em água limpa e/ou parada.

Assim, o combate ao mosquito Aedes aegypti é de extrema importância. Além da Dengue, o mosquito também é responsável pela transmissão de duas graves enfermidades: a Chikungunya e a Zika.

Para controlar a proliferação do mosquito é preciso evitar água parada, em qualquer época do ano, mantendo bem tampado tonéis, caixas e barris de água, caixas d’agua; acondicionar pneus em locais cobertos; remover galhos e folhas de calhas; não deixar água acumulada sobre a laje; encher pratinhos de vasos com areia até a borda ou lavá-los uma vez por semana e fazer sempre a manutenção de piscinas.

Além disso, é importante trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana; colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas; fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais; manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo; tampar ralos; catar sacos plásticos e lixo do quintal, entre outras medidas que impeçam o acúmulo de água e de sujeira.

social aqui