02 de Dezembro de 2020 | 17:21
Campo Grande
-->
Noticia de: 25 de Março de 2020 - 14:55
Fonte A - A+

Com alta adesão à campanha contra Influenza, Campo Grande zera primeiros lotes de vacina recebidos

A alta adesão do primeiro grupo a ser vacinado contra influenza fez com que as doses em Campo Grande zerassem nos dois primeiros dias da campanha. O Ministério da Saúde tem enviado as doses de forma escalonada, para que não haja aglomeração de pessoas, que nessa primeira etapa são os mais vulneráveis tanto a gripe quanto ao novo coronavírus.

Campo Grande recebeu até agora dois lotes de vacinas, que totalizaram 44.610 doses, e foram entregues em farmácias e unidades de saúde, com o objetivo de descentralizar a vacinação e evitar a aglomeração de idosos. Com a alta adesão à campanha, as doses se esgotaram, sendo que há previsão para nova entrega no início da próxima semana. 

Prevista para acontecer em Abril, nesse ano a campanha de imunização contra Influenza foi antecipada com o objetivo de reduzir os casos e a circulação do vírus durante a pandemia do coronavírus (Covid-19). A medida foi tomada pelo Ministério da Saúde no final do mês de fevereiro e acordado com os laboratórios que fabricam a vacina sobre a entrega escalonada do imunobiológico. 

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) recomenda à população alvo da campanha que permaneça em casa e orienta que não há necessidade de descontrole na busca das vacinas pela rede pública e farmácias parceiras, uma vez que a entrega para o próximo lote do imunobiológico está prevista para o início da semana. Essas doses estarão disponíveis para a população a partir da próxima quarta-feira. 

Outra recomendação da pasta é que pessoas com mais de 60 anos de idade evitem sair de casa sem necessidade, uma vez que a campanha permanecerá sendo de exclusividade desse público até o dia 15 de abril e continuará vacinando até o dia 22 de maio. 

“Não há a necessidade de alvoroço, você estará mais seguro em casa do que na fila aguardando para vacinar. Ainda tem tempo suficiente para tomar a vacina, então evite aglomerações e permaneçam seguros”, orienta a superintendente de vigilância em saúde, Veruska Lahdo 

Ela ainda completa garantindo que todo o público preconizado pelo Ministério da Saúde será atendido conforme a evolução da campanha. Mais lotes da vacina serão entregues à Sesau.

social aqui