19 de Setembro de 2020 | 13:35
Campo Grande
-->
Noticia de: 14 de Fevereiro de 2020 - 07:00
Fonte A - A+

Projeto não prevê multas ou taxas para bicicletas elétricas e veículos de mobilidade individual, explica Delegado Wellington

INFORME PUBLICITÁRIO - O projeto apresentado pelo vereador Delegado Wellington (PSDB), com o intuito de preservar vidas e garantir a segurança de pedestres e condutores que fazem o uso de veículos de mobilidade individual, causou desconforto entre a população após páginas no facebook compartilhar de forma distorcidas o objetivo real da proposta.

As postagens feitas com o intuito de manchar a imagem do parlamentar e colocá-lo contra a população, afirmavam que bicicletas elétricas, patinetes, skates elétricos e demais equipamentos precisariam ser emplacados e posteriormente taxados com pagamento de IPVA, além da previsão de multas cobrança de CNH dos condutores.

As postagens espalhadas nas redes sociais foram desmentidas e explicadas pelo vereador Delegado Wellington.

“O objetivo do projeto que apresentei é preservar vidas. As bicicletas elétricas, patinetes elétricos e demais equipamentos de baixa velocidade NÃO são considerados veículos pelo Contran e sim equipamentos de mobilidade individual, por isso, NÃO existe necessidade cobranças de taxas como IPVA ou obrigatoriedade de emplacamento. Também não é necessário que os proprietários tenham CNH ou autorização para conduzir”, esclarece Delegado Wellington

A necessidade de regulamentação nasceu após diversos cidadãos procurar o parlamentar para evitar acidentes futuros. “Minha proposição é para garantir que esses veículos possam circular em ciclovias dando segurança para pedestres e condutores. Sempre fazendo uso de capacete, farol e buzina quando os equipamentos dispor destes dispositivos. Tendo em vista que estes equipamentos estão sendo cada vez mais utilizados em nossa capital”, finaliza.

social aqui